Testemunho: Têxteis J.F. Almeida, S.A

A Têxteis J.F. Almeida, S.A é uma empresa familiar do ramo da têxteis-lar. Iniciou a sua atividade em 1979 no ramo dos atoalhados. É uma empresa vertical, cuja cadeia produtiva inicia-se na preparação das fibras e fiação, passando pelas fases intermédia de tecelagem, tinturaria e acabamentos, a que se seguem a confeção, expedição e armazenamento.
Opera num setor tradicional da economia portuguesa, mas orienta-se para a exportação (80% da produção) diferenciando-se na qualidade do produto final, na tecnologia, na capacidade de resposta e flexibilidade produtiva.

É uma empresa certificada pela Sistema de Gestão da Qualidade (ISO 9001), desde 2005, tendo recentemente efetuado a transição para o novo referencial 9001:2015, com o apoio da Q4E. É uma empresa com uma imagem externa forte e consolidada, que tem mantido o seu crescimento contínuo e positivo.

Confirme o testemunho da JF Almeida.

1. Como surgiu a opção de avançar com a implementação e certificação de um Sistema de Gestão da Qualidade?
Tendo em conta a dimensão da empresa, e o seu crescimento constante, surgiu a necessidade de a organizar, no sentido de controlar e ter rastreabilidade, desde a entrada da matéria-prima até à saída do produto final. Criar procedimentos, ordens de trabalho, planos de controlo de processo e produto, tudo isso permitiu e permite que a empresa consiga corresponder às expetativas do cliente, mostrando o caminho que o produto segue em termos produtivos, assegurando assim o cumprimento dos requisitos do cliente e a confiança de que o produto segue em conformidade.
Esta é a mais-valia de um sistema de gestão de qualidade, a de dar mais confiança aos clientes, a confiança de que o seu produto é controlado e é conforme aos seus requisitos.

A certificação pelo Sistema de Gestão da Qualidade veio ajudar no crescimento e na evolução da empresa, assim como na implementação de outras certificações, uma vez que a base, pela norma da qualidade, já estava implementada.
Qualquer empresa, independentemente do seu tamanho devia ser certificada. Tendo em conta a minha experiência, seria muito mais difícil implementar qualquer outro tipo de certificação sem a Qualidade.
Esta permite às empresas um maior controlo sobre a organização.

2. A JF Almeida efetuou agora a transição da sua certificação para a nova norma 9001:2015. Como foi este processo? Qual a sua opinião sobre o novo referencial?
O novo referencial tem uma enorme vantagem, que é o envolvimento da gestão. É verdade que ainda se mantem a ideia de que este processo é um trabalho do gestor da qualidade, mas este novo referencial ajudou-nos a pensar no contexto da empresa, no que a empresa pretende e as ferramentas que necessita para lá chegar.
A transição foi muito fácil. No início estava preocupada com as alterações que seriam necessárias, no entanto tivemos um excelente acompanhamento da Q4E e o cumprimento dos requisitos da nova norma foram pacíficos. Necessitamos agora de mais tempo para olhar para todos os dados que conseguimos obter.

3.Optaram ainda por expandir a certificação ao setor da fiação. Qual o motivo?
O motivo é simples. Antes encarava-se o setor da fiação como um fornecedor, no entanto tendo em conta a matéria-prima e a importância de ter controlo sobre a mesma, assim como o aumento da capacidade deste setor, como parte da JF Almeida, só faria sentido certificar também a fiação, só teremos vantagens com isso.

4. Como define a parceria com a Q4E neste projeto?
Um acompanhamento ótimo, excelente. Correu tudo muito bem, as melhorias foram implementadas com facilidade e a empresa evoluiu sempre de forma positiva e consolidada.

Sandra Carvalho - Diretora da Qualidade


Data:
Junho 2018

Autor: Q4E

Categoria: Voz do Cliente