Primeiros Socorros no local de trabalho: O que precisa de saber!

A temática de emergência e primeiros socorros é uma matéria importante na formação geral dos trabalhadores em segurança e saúde no trabalho e aplica-se a todas as empresas, estabelecimentos ou serviços.

Os acidentes de trabalho não acontecem apenas aos outros. São diversas as situações em que estes ocorrem e por esse motivo as empresas e os trabalhadores devem preveni-los, respeitando todas as regras de segurança. A Lei n.º 102/2009, de 10 de setembro , que regulamenta o regime jurídico da promoção e prevenção da segurança e da saúde no trabalho, estabelece que o empregador deve disponibilizar o material adequado de primeiros socorros, assim como assegurar a formação adequada dos trabalhadores, especialmente a formação permanente dos trabalhadores responsáveis pelas medidas de primeiros socorros no local de trabalho.

Exponho em seguida, e de uma forma simples, alguma informação sobre como devem os Primeiros Socorros estar instituídos na sua organização.

Meios básicos: Mala de Primeiros Socorros
- todas as empresas, independentemente do setor de atividade, devem possuir mala de primeiros socorros;
- a equipa de primeiros socorros deve verificar regularmente a validade dos materiais e soluções existentes na mala e que instituam a reposição da mesma, depois desta ser utilizada;
- a mala deve ser colocada em local acessível às pessoas que a vão utilizar (área produtiva e também escritório);

O material a constar na mala deve ter como referência a informação técnica 1/2010 da Direção Geral da Saúde:
- compressas de diferentes dimensões;
- pensos rápidos;
- rolo adesivo;
- ligadura não elástica;
- solução anti-séptica (unidose);
- álcool etílico 70% (unidose);
- soro fisiológico; (unidose);
- tesoura de pontas rombas;
- pinça;
- luvas descartáveis em latex;

Procedimentos a seguir em caso de acidente de trabalho:
A prevenção de acidentes de trabalho deve estar sempre presente no dia a dia de todos os trabalhadores. Em caso de acidente as pessoas a intervir devem ter a formação adequada e noção exata do tipo de intervenção que se pretende, ou seja, o primeiro socorro e o acionamento de meios.

O acionamento de meios externos pressupõe o acionar do 112 (número europeu de socorro) e não ligar diretamente para outros meios de emergência locais ou transportar a vítima para o hospital em veículo da empresa. Para além disto há necessidade, muitas vezes, de afastar trabalhadores curiosos que com a melhor das intenções, não ajudam a acalmar a vítima.

Os elementos desta equipa, cujo nome deve estar afixado para conhecimento de todos, deverão manter a calma e atuar mediante os conhecimentos técnicos e meios disponíveis, ou se não conseguirem por algum motivo, devem seguir as indicações fornecidas pelo CODU (Centro de Orientação de Doentes Urgentes).

Conheça a nossa oferta formativa na àrea de Segurança e Saúde no Trabalho.


Data:
Dezembro 2019

Autor: Isabel Vilar - Q4E

Categoria: SST - Primeiros Socorros